São Paulo, Capital

 

O início histórico da Cidade de São Paulo remonta à fundação do Pateo do Collegio, em 1554, pelos jesuítas. O povoado de Piratininga, que se desenvolveu em torno do Colégio, foi elevado à condição de vila, em 1558.

No início do século 17, a Vila de São Paulo já contava com quase duzentas pessoas brancas, muitos mestiços e muitos índios. Era uma região selvagem, com muitos caçadores de índios. Em 1640, os paulistanos expulsaram os jesuítas do Colégio, mas eles retornaram em 1653.

No início do século 18, a Vila de São Paulo tinha de cerca de 1.500 pessoas. Em 1711, foi elevada à condição de cidade, 162 anos depois da fundação de Salvador, a primeira cidade do Brasil.

 

Largo São Bento, Anhangabaú, Centro de São Paulo.

 

A Cidade de São Paulo foi a primeira cidade do atual território do Estado. São Vicente e Santos continuaram como vilas até o século 19. Até o início desse século, São Paulo era uma Cidade pobre, caminho de tropeiros.

O grande impulso de desenvolvimento da Cidade aconteceu na segunda metade do século 19, com a chegada de imigrantes de outras partes do Brasil e do exterior. Em 1850, São Paulo era uma cidade pequena, tinha cerca de 15 mil habitantes. Saltou para 26 mil, em 1872, poucos anos após a inauguração da São Paulo Railway. Em 1886, já eram quase 75 mil habitantes. Em 1900, eram 281 mil.

Com a explosão demográfica que acontecia no final do século 19, era imperativo uma reestruturação urbana da Cidade. Nessa função, o engenheiro baiano Theodoro Sampaio foi protagonista. Sampaio foi engenheiro, geógrafo, geólogo, historiador e urbanista, ocupou vários cargos em São Paulo, participou diretamente do processo de desenvolvimento do Estado, projetou e construiu obras que mudaram radicalmente o cenário urbano da Capital Paulista.

Hoje, São Paulo é uma das maiores metrópoles do mundo e o principal centro financeiro da América do Sul.

O município de São Paulo possui 12 milhões de habitantes (2015, IBGE) e cerca de 20 milhões na região metropolitana, que inclui 38 cidades.

A cidade abriga a maior população de negros e pardos do Brasil, segundo o IBGE (3 milhões de pessoas), seguida do Rio de Janeiro (2,3 milhões) e Salvador (1,8 milhões).

São Paulo é, também, uma das cidades de maior diversidade e atividade cultural do mundo. Muitos teatros, shows, opções de lazer e várias opções em gastronomia.

Mais: Dados da Cidade e Turismo

 

Nas últimas décadas o trânsito em São Paulo piorou, apesar dos gastos com a ampliação da malha viária. No horário de pico, é um caos, com muitas horas ao nada. Se chover, os carros navegam pelas ruas, devido ao eterno problema crônico dos esgotos. Mesmo nos domingos de sol, não há certeza de se chegar em casa de carro, pois mais de 250 deles são roubados diariamente na capital paulista.

Em 2014, foram roubados 221 mil veículos no Estado, mais do que toda a frota de Vitória (ES) ou de Niterói (RJ).

 

São Paulo Viagem

 

Avenida Paulista

 

Bairros São Paulo

 

Avenida Paulista, o centro financeiro da Capital.

 

Mapas Capital SP

 

Estado de São Paulo

 

Policial faz parte de uma operação em Guarulhos, na Grande São Paulo. A maior região metropolitana da América do Sul convive com imensos problemas urbanos (foto Gilberto Marques / Governo de São Paulo).

Mais: as Favelas de São Paulo

 

São Paulo foto

 

São Paulo seculo 17

 

 

Trafego

 

 

Arena Corinthians

 

Catedral Se

São Paulo Turismo - Fotos

Avenida Paulista

 

Copyright © Guia Geográfico - Guia Turístico do Município - Viagem e Atrações Turísticas da Cidade de São Paulo SP

 

Favela São Paulo

 

Cultura

 

 

São Paulo, Capital