Pateo do Collegio

 

O Colégio de São Paulo de Piratininga foi fundado em 25 de janeiro de 1554, pelo padre Manoel da Nóbrega.

Sua fundação marca o início histórico da futura metrópole. Entretanto, a fundação do Colégio não representou a fundação da Cidade de São Paulo, o que aconteceu somente em 1711.

Na época, foi fundada apenas uma missão para a catequese dos índios. Os jesuítas tinham sua sede provincial na Bahia e, de lá, enviaram padres para fundar missões em todo o Brasil.

A construção primitiva do Colégio era uma pequena cabana de pau a pique, coberta de palha, com cerca de 90 m², onde os jesuítas dormiam em redes feitas pelos índios, que já viviam na região.

Naquele 25 de janeiro, o padre Manoel de Paiva celebrou a missa, em frente à cabana, oficializando a fundação do Colégio. Foi auxiliado pelo padre Afonso Brás e pelo noviço José de Anchieta.

Em 1556, o padre Afonso Brás concluiu o novo prédio do Colégio e da Igreja do Bom Jesus, em taipa de pilão.

Em 1640, os jesuítas foram expulsos da Vila de São Paulo, por pressão dos exploradores paulistas, que caçavam índios para escravizá-los (mais: São Paulo no século 17 ).

Após negociações, os jesuítas retornaram, em 1653. O Colégio estava, no entanto, bastante danificado. Uma reforma das instalações foi concluída em 1680.

Com a expulsão dos jesuítas da América Lusitana, determinada em 1759 pelo Marquês de Pombal, o prédio tornou-se o Palácio dos Governadores, em 1765. Sua arquitetura foi modificada.

Em 1896, a Capela do Colégio foi demolida. Parte do altar mor foi levado para a Igreja do Sagrado Coração de Maria, em Santa Cecília.

Em 1953, o sítio histórico do Colégio foi devolvido aos jesuítas. O Palácio dos Governadores foi demolido e o Colégio (atual Museu Anchieta) foi reconstruído, com sua arquitetura do século 17. A Igreja foi reconstruída com a arquitetura do século 19. As novas instalações foram inauguradas, em 1979.

Hoje, o local é um complexo cultural que abriga o Museu, a biblioteca Pe. Antônio Vieira e a Igreja, reconstruída no local onde foi realizada a primeira missa da região.

Site oficial do Pateo do Collegio dos Jesuítas. Mais: Colégio dos Jesuítas da Bahia e História de São Paulo

 

O antigo Palácio dos Governadores. Foi a sede do governo paulista até 1912, quando foi transferida para o Palacete Elias Chaves, nos Campos Elíseos. O antigo Palácio passou, então, a abrigar a Secretaria de Educação, até 1953, quando foi demolido para a reconstrução do Colégio dos Jesuítas.

Fotografia colorizada, por volta do início do século 20, de Guilherme Gaensly.

 

Acima, antigo confessionário dos jesuítas no acervo do Museu Anchieta.

 

São Paulo - SP

 

Patio Colegio SP

 

Historia Brasil

 

Copyright © Guia Geográfico -  Patio do Colégio dos Jesuítas, Patrimônio Histórico de São Paulo SP.

Palácio Governo

 

Manuel Nobrega

 

Acervo museu

 

O Pateo do Collegio, localizado na praça do mesmo nome, Centro de São Paulo.

 

Museu Paulista

 

 

Catedral Se

 

 

São Paulo Viagem

 

 

 

 

Pateo do Collegio